29 março 2017

Família Silábica L

Dando continuidade ao reconhecimento da família silábica da letra L, temos estas duas atividades.
Nesta fase de familiarização, todas as atividades estão dando ênfase à diferenciação entre consoante e vogal através das cores.

A atividade abaixo, a criança pode realizar de duas formas. Ou olhando cada imagem e reconhecendo seu som inicial, ou lendo a sílaba e procurando uma imagem correspondente. Esta última mostra mais intimidade com a linguagem e que a criança já está mais autônoma no processo da leitura. Por isso é importante saber o caminho que a criança utiliza para realizar as atividades. 
la le li lo lu
Já a próxima atividade exige que ela leia a sílaba e busque por imagens correspondentes. Ela até pode olhar as imagens e testar uma por uma, mas será um trabalho mais árduo. É oportuna a intervenção do professor, nesse caso. Para que a atividade seja realizada com mais sucesso. 

la le li lo lou

Agora nós temos uma página no facebook. Assim fica mais fácil acompanhar as novidades. Clique na imagem para conhecer.


Inspiração para a criação destas atividades:
Método Fônico
Método Silábico
Método Montessori

Outras atividades silábicas:


26 março 2017

Atividades Letra L - Família Silábica L

Quando a criança já reconhece bem a letra (sua grafia e seu som) podemos apresentar a família silábica desta letra. 
É comum que muitas escolas façam essas etapas do processo em anos/séries diferentes. Por exemplo: turmas de 4 anos, apresentar somente as letras; turmas de 5 anos, apresentar as famílias silábicas; turmas de 6 anos, apresentar palavras e frases. Contudo, se a criança estiver no período sensível de interesse pela escrita, ela assimila essas etapas em pouco tempo, quase que simultaneamente. E, para os pais que fazem homeschooling, integral ou parcial, também podem aproximar essas etapas. 

Para apresentar as famílias, nestas atividades, diferenciei a cor da consoante da cor das vogais. O que permite à criança apreender com mais clareza.
Orientação: Diga à criança o nome da consoante e o som que ela faz;
                     Pronuncie pausadamente o fonema L e em seguida a vogal.                                                                    Peça que ela repita.
la le li lo lu
Esses cards das famílias possuem muitas finalidades. Podem ser usados na apresentação da  família, como jogo da memória, formação de palavras...
Deixe acessível aos alunos para que em atividades livres eles brinquem com as sílabas.
la le li lo lu
Inspiração para a criação destas atividades:
Método Fônico
Método Silábico
Método Montessori

Outras atividades silábicas:




20 março 2017

Atividades Letra L - Reconhecimento gráfico e sonoro

Olá!
Vamos às atividades de hoje. 
Encontre e pinte palavras que tenham a letra L. Dessa maneira a criança começa a olhar as palavras em busca do que já é conhecido por ela. Ela passa a ter intimidade com a língua, pois está se apropriando dela na forma escrita.

Abaixo a criança precisa perceber a diferença entre o L inicial ou no meio da palavra. Muitas vezes essa tarefa vai ser mecânica se não houver uma mediação ativa do professor lendo algumas palavras para que a criança reconheça o som do L no meio da palavra.
Esta atividade o aluno trabalhará com a palavração. Mesmo ainda não dominando a escrita, ao copiar as palavras e relacioná-las às images, ele vai se dando conta da métrica, das semelhanças e diferenças... 






19 março 2017

Atividades letra L - Maíusculas e Minúsculas

Olá, educadores!
Continuando a apresentação da letra L, essas atividades propõem o reconhecimento das variações da letra.
A atividade abaixo busca do aluno a diferenciação entre a letra maiúscula e a minúscula no formato da letra de imprensa.
A próxima atividade  já requer mais discriminação da letra trabalhada. O aluno deve colorir todas as formas em que a letra L pode aparecer: maiúsculas, minúsculas, cursiva, bastão.
Como é um processo introdutório e o objetivo de assimilação, na própria atividade possui o material de consulta.
Desta maneira estamos conduzindo a criança a aprofundar-se no reconhecimento da letra L.
Continuem acompanhando. Amanhã tem mais! 
Abraços e uma boa semana de aula para vocês! 





18 março 2017

Atividades Letra L - Reconhecimento Gráfico e Fonético

      Olá, pessoal. Como prometido trago a continuação da sequência de atividades com cada letra. Este post inicia as publicações com a letra L. Confira diariamente o blog pois cada dia terá uma atividade nova dessa letra.
      Para começar a trabalhar uma letra é precisa que a criança conheça suas diferentes grafias, seu nome e o som que ela produz. O método fônico oferece uma boa estratégia para que a criança se aproprie do som que cada letra faz.
     
      Sugiro esta atividade como apresentação. Aqui temos as variações da letra: maiúsculas e minúsculas; bastão e cursiva. Temos também diversas imagens que facilitam a relacionar a grafia-fonema.
O processo de espelhar letras e números é muito comum em crianças na fase da alfabetização. A atividade abaixo pode ser usada como uma intervenção para a conscientização da posição correta da letra.
A atividade abaixo já exige que a criança seja capaz reconhecer as imagens que comecem com o som da letra estudada.
Vetores Freepik






13 março 2017

Estou de volta!

      Olá, educadores!
      Estou por aqui há tanto tempo e mesmo assim vocês não me conhecem muito bem. Muitas pessoas vem com muita frequência, deixam recado... mas é sempre um contato muito distante. Então resolvi conversar um pouco com vocês.
     Eu me formei professora em 2005 em Curso Normal de nível médio. Durante o curso eu amava comprar as revistas Nova Escola. Na verdade, neste período, nunca perdi nenhum exemplar e edições especiais. Como visitava com frequência a banca, conheci as revistas Guia Prático e Projetos Escolares. Todo meu pagamento, do reforço escolar que fazia, ia nessas revistas. As revistas vinham recheadas de recursos didáticos, jogos, cartazes... Eu AMAVA cortar passar contact e colar papel cartão nos materiais. Como ainda não tinha turma, eu usava com minha irmã, meus primos ou qualquer criança que aparecesse na minha frente (rsrsrsr). Com o tempo eu fui sentindo vontade de produzir meus próprios materiais e recursos. Entretanto, minhas limitações com computador me bloqueavam...
    Anos mais tarde, já formada, recebi o convite para trabalhar com estimulação cognitiva com uma criança com um atraso no desenvolvimento. Eu fiquei realmente animada com a ideia. Antes de começar já pensava nas inúmeras possibilidades de intervenção. [ É claro que com uma formação de nível médio eu não tinha conhecimento dos mecanismos da aprendizagem, como acontece a assimilação, acomodação... O que eu tinha era VONTADE de ensinar, VONTADE de criar mecanismos para mediar a aprendizagem]. Com toda a animação, me matriculei num curso de Design Gráfico para ampliar as possibilidades de criação dos recursos. Aprendi muito, embora não tenha concluído todos os módulos.
      Com essa habilidade comecei a criar umas coisas bacanas e achei que aquele material poderia ajudar outras pessoas também. E foi o que eu fiz! Abri o blog e tudo que eu produzia eu ia postando por aqui. Não tinha muita expectativa, era só para compartilhar mesmo. Paralelamente às aulas e às postagens, motivada por grupos do facebook, criei uma marca de jogos de flash cards interativos, os Sabidos! Eu fiquei muito feliz com o resultado e a qualidade dos jogos. Fiz com vários temas e conteúdos, abri loja virtual... Logo em seguida me matriculei no curso de Pedagogia.
      Em 2016 fui convidada a voltar para a sala de aula. Parei de dar aula para minha aluna especial. Fiquei sem tempo para criar e postar... Até o Sabidos ficou sem novos jogos... Sempre ficava aquela vontade de postar, várias ideias fervilhando, mas sem tempo, sem foco, sem energia... Foi ficando para depois, depois, e nunca mais!
      Sempre chega e-mail com recados de leitores. Alguns preocupados, outros elogiando, outros solicitando atividades... Mas as que mais me afetam são as que me contam de experiências positivas com o uso do meu material: com idosos, crianças especiais, salas de aula regulares (até no Japão!), homeschooling... Relatos de crianças felizes e animadas com alguma atividade! E cada vez que leio essas mensagens sinto mais vontade de voltar a produzir.
      É cansativo. É um processo de pesquisa, de definição de uma linguagem visual, de uma abordagem metodológica, é um cuidado de linkar e dar referências às inspirações ou uso das imagens... Algumas pessoas perguntam se sou eu que faço e,  sobre isso, poderia fazer outro post.
       No Brasil existe poucos blogs de atividades autorais. E esbarramos demais com falta de ética e até de respeito e EDUCAÇÃO de muitos blogueiros e blogueiras. "Educadores" talvez até bem intencionados em "divulgar" boas ideias, publicam atividades sem autorização do autor, sem, no mínimo, colocar link da origem do material. O material é para ser usado!!! Sim, essa é a intenção. Mas são as visitações que geram algum retorno financeiro, sendo uma forma de troca, visto que o material é inteiramente gratuito. Mas respondendo à pergunta: sim, sou eu que faço. Não poderia publicar material que não fosse feito por mim. Isso não é ético! Mas não acredito em originalidade. Sou influenciada por diversas correntes pedagógicas, inúmeros modelos já batidos e repetidos(tradicionais), por orientações construtivistas, montessorianas... Creio que faço uma síntese em forma de fichas de atividades ou recursos.
      Um material que fez muito sucesso foi o das atividades de cada letra em que fui coletando as mais bacanas ideias para trabalhar um fonema ou sílaba. Contudo, parei de postar na letra J! O que deixou muita professora "louca" atrás do resto da coleção! rsrsrrs Eu até fiz mais três letras, que começo a postar a partir de amanhã. Mas parei na letra N... Essa sequência é muito grande e completa. Demanda tempo, mas certamente vou concluir.
      Decidi organizar minha rotina e separar um espaço para voltar a postar com regularidade. Então fiquem atentos às próximas postagens. Deixem ideias de possíveis atividades ou tipos de postagens. Divulguem o blog com seus colegas de trabalho, pois isso ajuda o blog a crescer. E usem, usem, aperfeiçoem, coloquem movimento e vida às sequências didáticas. E, se quiserem, me digam como foi. Eu adoro saber! ;)
      Gostaria de agradecer aos muitos recados carinhosos que recebo! Obrigada por estarem aí do outro lado e estarmos conectados por, pelo menos, algo em comum: a vontade de transformar a vida de outras pessoas pelo caminho do conhecimento!
   
      Abraços, e voltem sempre!
   

09 março 2017

Montando a Historinha - João e o Pé de Feijão

Começo o Post avisando que ainda não consegui gravar o PAP sobre como montar o livrinho do Post anterior. Mas trago esta última atividade que ficou faltando para finalizar esta enoooooooorme sequência. Desde de 2015 que não aparecia por aqui e só agora entregando as atividades que estavam faltando. Enfim, antes tarde do que nunca! rsrsrsr 
Em breve farei um post explicando o sumiço. Mas queria agradecer aos seguidores e visitantes assíduos, pois mesmo com esse enorme hiato o blog só tem feito crescer. 

Esta atividade pode ser feita ao final do sequência, pois o aluno já terá pleno domínio da ordem em que os fatos acontecem ao longo da historinha. Vendo as imagens eles podem lembrar e organizá-la mentalmente. 
jack and the beanstalk
A ficha abaixo preenche duas fichas acima. 

jack and the beanstalk


Foi um longo processo para a criação destas atividades. Mas valeu a pena! Espero que, ao usarem, obtenham resultados positivos: envolvimento, prazer em aprender, assimilação por um caminho lúdico e colorido.
Abraços!

05 março 2017

Livro para imprimir - João e o Pé de Feijão

Olá Educadores e leitores.
Este é o livrinho que compus com a historinha João e o Pé de Feijão.
Sintetizei bastante, pois o objetivo é que a criança (ainda em fase de alfabetização) seja capaz de ler. Usei letras grandes, bem separadas e maiúsculas.
Você pode imprimir um livro para cada aluno e entregar-lhes no início ou ao final da sequência didática.
Uma sugestão é pedir que cada aluno leia uma página em voz alta para seus colegas. Caso a turma seja muito grande, separe a leitura em frases.

Espero que gostem e que sirva como recurso didático para enriquecer suas aulas. 
Deixe, nos comentários, sugestões de uso. E me conte se você usou o material! ;)
Abraços!

P.s.:No próximo Post trago um PAP de como montar o livrinho. 

livro João e o pé de feijão